Filme: 50%


E se você fosse diagnosticado com um câncer raro? E se você só tivesse 50% de chance de sobreviver a ele?
Essa é a história do filme 50%. Demorei um pouco para aceitar a assistir por não gosto muito desse tipo de narrativa, não me atraí muito contos de doenças, não sei o porquê. Mas justamente pela minha aversão e pelo pedido da nossa leitora Dry , resolvi começar a nossa “SAGA GOLDEN GLOBES” com a resenha desde filme.
Adam (Joseph Gordon-Levitt) é um jovem de 27 anos que tem um amigo pervertido, Kyle (Seth Rogen), trabalha em uma rádio e leva uma vida normal com sua bela namorada. Ao sentir fortes dores nas costas, Adam vai ao médio e é diagnosticado com um câncer de mutação genética rara em sua coluna. Sua taxa de cura é de 50% e 50% de taxa de morte. Apesar da ajuda do companheiro Kyle, a namorada de Adam não suporta a suposta pressão que é de aguentar alguém doente e acaba o traindo (quem flagra é Kyle, em uma parte muito engraçada). Adam também recebe acompanhamento psicológico de uma terapeuta de 24 anos, o problema é que ela não tem muita experiência ainda, transformando as sessões de terapia quase desastres. Sem contar com a mãe neurótica e o pai com Alzheimer que Adam tem.
Na quimio, Adam virá amigo de 2 senhores que também recebem o tratamento e podem fumar maconha medicinal. Chegam até comer bolinho de marijuana no hospital.
O que acontece é que Adam não responde a quimioterapia e tem que fazer uma cirurgia bastante arriscada para a retirada do câncer da sua coluna.
O garoto tem seus 50% postos na mesa, literalmente.
Não vou contar de qual da porcentagem ele faz parte para não quebrar o drama. HAHAHAH (sou dumaw)
Apesar da história pesada, tudo é contado com muito humor e otimismo (pelo menos na maioria das vezes. Destaque na parte que Adam raspa a cabeça com o barbeador de Kyle)

 O filme é baseado no livro ‘’ I’m with cancer ’’ da história real (aqui eu conto o final :P) do próprio roteirista do filme, Will Reiser. A produção do filme – É CLARO- fica por conta de nosso ex gordinho mais querido, Seth Rogen.

O filme concorre ao Globo de Ouro pelas categorias ‘Melhor Filme (Comédia ou Musical) e Melhor Ator (Joseph Gordon-Levitt).
Não tem data prevista para estréia no Brasil. 

NOTA: 8

Título Original: 50/50
Direção: Jonathan Levine
Roteiro: Will Reiser
Elenco: Joseph Gordon-Levitt, Seth Rogen e Anna Kendrick

Duração: 100 minutos
 

17 comentários:

Lary Silvestre disse... Responder comentário

parece ser bom esse filme, me interessei por assistir (:
obrigada pelas diicas

larysilvestre.blogspot.com
Aaaah ta tendo sorteio la no blog, se encerra hoje, se ain da nao ta participando corre lá!!

Beijããão

The coiffer disse... Responder comentário

Adorei a resenha, e o filme parece ser bem legal! Eu também não curto muito filmes de doenças mais sempre acabo assistindo!

xoxo The coiffer

Roberta Tonelli disse... Responder comentário

Eu adoro o Joseph Gordon-Levitt! Pela sinopse, parece bacana...
Beijos

Saltos de Cristal disse... Responder comentário

Excelente post, gostei muito!!

Você pode seguir o meu blog? http://saltosdecristal.blogspot.com/

Eu sigo o seu de volta.

Beijos,
Saltos de Cristal

Naty Figueirêdo disse... Responder comentário

Eu ainda não tinha ouvido falar desse filme! mas adoreiiii a dica!

Beijoss..
www.natyfigueiredo.com

Paloma Viricio disse... Responder comentário

Adorei a dica...esse filme deve ser muitoo bom! Vou procurar assistir!bJUS!
http://palomaviricio.blogspot.com

Lídia disse... Responder comentário

Parece ser uma estória muito legal!

Beijos

http://papofemininoetc.blogspot.com/

Luciana Gomes disse... Responder comentário

Olá, querida! Passando pra conhecer o seu cantinho... Adorei, muito legal. Já to seguindo!
Aproveito p te convidar a conhecer o Vou-de-Blog e informar q a partir de janeiro teremos uma promo somente pra blogs parceiros. Junte-se a nós e divulgue o seu blog. Dá uma lidinha nas regras de parceria: http://www.voudeblog.com/p/anuncie-aqui.html

Bjinhos.
Lu
www.voudeblog.com

Estilo Lola! disse... Responder comentário

Também não curto esse tipo de filme... é um tanto deprimente!
Mas de acordo com sua resenha fica a dica e vou tentar assistir!!!

Beijinhos!!!

www.estilodalola.blogspot.com

Vanessa Teixeira disse... Responder comentário

Parece ser ótimo. Adoro filmes desse gêneros.
Beijinhos...

Thaís Araújo disse... Responder comentário

Gostei da indicação! Lendo assim parece ser muito bom!
Bjs, Thá.
http://consumisse.blogspot.com
@thaharaujo

Esmalte Chic disse... Responder comentário

Olá
Tudo bem??
Vim agradecer o carinho e a sua visitinha
Bjiim

www.esmaltechic.blogspot.com

Iza disse... Responder comentário

Oi. Nossa que história que deve ser emocionante. Fiquei bastante curiosa, esse filme me interessou. Valeu pela dica, querida.

www.vintageiz.blogspot.com

rachelfelix disse... Responder comentário

Me lembrou muito de leve "Antes de partir" já viu?
Você curte bastante cinema, não é?
Eu amo, mas os preto e branco!
beeeeeeeeeeijos!

Cízz disse... Responder comentário

Ah,, eu tbm não gosto desse tipo de filmes que envolvem situações delicadas com doenças. Mas gostei da pitada de humor que você diz ter nesse aqui. E muito obrigado por ter contado o final, pq já estava pensando que iria enlouquecer de curiosidade! XD Sou do tipo que gosta de saber do final e depois só assiste como as coisas funcionam! O/
Beijo :X

Dicas Femininas disse... Responder comentário

Olá flor passando pra conhece seu blog , e adorei tudo vc esta de parabéns estou seguindo vou adora ter vc no meu blog beijos flor..

http://rosanadicasfemininas.blogspot.com/

Luana disse... Responder comentário

um amigo ja havia me contado sobre esse filme...
eu tbém não sou mto fã desses desastres de doença... ja acho a realidade dura de mais pra gente sofrer com ficção... mas acabo assistindo, como vi ano passado o filme da Anne Hathaway (não lembro o nome de jeito nenhum) onde ela tem parkinson... mega triste...
no entanto, esse filme, pelo que você diz, me paresse ter um approach mais light e contar o drama com um certo bom humor...
vou ficar aguardando! ;o)
beijo

Postar um comentário